23 agosto, 2018

Sozinho em meu canto

Isolado ao longe
Observo as pessoas
Ouvindo minha musica
Me questiono se existo
Pensamentos a mil
Pensando nisto e naquilo
Nada definido
Sentimentos bagunçados
Muito ressentimento guardado
Olho para cima
Quero ver as estrelas
Mas tudo que vejo são nuvens
E uma brisa gelada em  meu rosto
A musica começa a ficar agitada
Meus pensamentos também
Eu fico inquieto e agitado
Não  consigo ficar parado
Ando pra lá e pra cá
Dando voltas
Então a musica acaba
Eu sozinho no meu canto
Curtindo a brisa gelada
Sem pensar em mais nada
Fecho meus olhos e me imagino
Em outro mundo
Bem distante da realidade
Um mundo aonde sou forte
Faço tudo que quero
Tenho poder
Então abro meus olhos
E volto a realidade
Decepcionado
E ainda sozinho.

- Rafael Dybas

~O Amor é Tudo que Nós Dissemos que não Era

"Hoje dias ruins e noites ruins acontecem demais,
O velho sonho de ter alguns anos
Tranquilos antes de morrer -
Aquele sonho desapareceu assim como os outros sonhos.
Uma pena, uma pena, uma pena.
Desde o início, ao longo dos anos e próximo ao fim:
Uma pena, uma pena, uma pena.
Houve momentos
Faíscas de esperança
Mas elas dissolveram rápido
Voltando à velha e mesma fórmula:
O fedor da realidade.
Mesmo quando havia sorte
A vida dançando na carne,
Sabíamos que a permanência seria curta.
Uma pena, uma pena, uma pena.
Queríamos mais do que algum dia pudesse haver:
Mulheres com amor e com risada,
Noites selvagens o bastante para o tigre,
Queríamos dias que passassem pela vida
Com alguma graça,
Um pouquinho de sentido,
Uma utilidade razoável,
E não algo apenas para desperdiçar,
Mas algo para lembrar,
Algo para dar um soco nas entranhas da morte.
Uma pena, uma pena, uma pena.
Somando todas as coisas, é claro,
Nossa pequena agonia é estúpida e fútil
Mas sinto que nossos sonhos não são.
E nós não estamos sós.
Os fatores implacáveis não são uma vingança
Pessoal contra um único indivíduo.
Outros sentem a mesma queimadura do desconcerto,
Enlouquecem, suididam-se, ficam estúpidos, correm feridos para deuses imaginários,
Ou embriagam-se, drogam-se, umburrecem naturalmente,
Desaparecem nessa multidão de nada
Que nós chamamos de famílias, cidades, nações.
Mas o destino não é o único culpado.
Nós desperdiçamos nossas oportunidades,
Nós estrangulamos nossos próprios corações.
Uma pena, uma pena, uma pena.
Hoje nós somos cidadãos do nada.
O próprio sol sabe
A triste verdade de como nós rendemos
A nossas vidas e mortes a um mero ritual,
Um inútil e covarde ritual,
E então se esquivando da face da glória,
Transformando nossos sonhos em merda,
Como nós dissemos
Não, não, não,
Para o mais belo sim
Jamais pronunciado:
A própria vida."

~O Amor é Tudo que Nós Dissemos que não Era

02 junho, 2017

Você, só você, apenas você


 Entra em meu mundo
somente você
incendeia o mar
apenas você
somente você
perturba meu ser
perambula em meus sentimentos
só você
Abri a minha porta
Deixei entrar
entrou-se
o nevoeiro, chuva
e o frio
Me assento e espero você também
O nevoeiro se vai
A chuva virou bebida descida
por minha garganta
O frio calor trazido pelas putas
E o nevoeiro
era minha esperança
Era magia
Era fé
era tudo de bom que eu tinha
Era meu amor por ti
Mas o nevoeiro
como em toda manhã desaparece
Como tudo começou
Como minha vida acabará
Agora ele virou fumaça
Deixada pelo cigarro
Para preencher o vazio

Que você deixou em mim.

-Rafael Dybas

11 maio, 2017

O pássaro azul

há um pássaro azul em meu peito
que quer sair
mas sou duro demais com ele,
eu digo, fique aí, não deixarei que ninguém o veja.
há um pássaro azul em meu peito que
quer sair
mas eu despejo uísque sobre ele e inalo
fumaça de cigarro
e as putas e os atendentes dos bares
e das mercearias
nunca saberão que
ele está
lá dentro.
há um pássaro azul em meu peito
que quer sair
mas sou duro demais com ele,
eu digo,
fique aí,
quer acabar comigo?
(…) há um pássaro azul em meu peito que
quer sair
mas sou bastante esperto, deixo que ele saia
somente em algumas noites
quando todos estão dormindo.
eu digo: sei que você está aí,
então não fique triste.
depois, o coloco de volta em seu lugar,
mas ele ainda canta um pouquinho
lá dentro, não deixo que morra
completamente
e nós dormimos juntos
assim
como nosso pacto secreto
e isto é bom o suficiente para
fazer um homem
chorar,
mas eu não choro,
e você?